Construção Sustentável

A construção de edifícios que simultaneamente preenche todas as necessidades dos habitantes respeitando o ambiente e os recursos naturais do nosso planeta é denominada de construção sustentável. No entanto o conceito de sustentabilidade na construção engloba vários valores, tais como os sócio-culturais, económicos e ambientais.

Na construção sustentável torna-se importante o conhecimento das tradições construtivas da região em que o edifício se insere, preservando os valores culturais arquitectónicos e sociais de uma região na escolha dos materiais e do sistema construtivo.

Na escolha dos materiais a opção por materiais da região contribui para a diminuição da energia incorporada dos materiais (a energia incorporada é a energia despendida na extracção, fabrico e transporte dos materiais) e promove a economia local ou regional. Na opção dos materiais há que ter em preferência os materiais naturais ou reciclados, e possivelmente recicláveis no futuro.

Em termos económicos a opção pelo investimento de uma construção de qualidade durável e energeticamente eficiente tem menores custos de utilização. A gestão da manutenção do edifício e dos sistemas integrados é importante para a redução dos custos de reabilitação ou renovação do edifício, para além de que aumenta o seu ciclo de vida.

Durante a construção do edifício a gestão dos resíduos produzidos, o seu tratamento e destino são de extrema importância já que a maior quantidade de resíduos é produzida pela construção.

A avaliação do edifício e do espaço construído pode ser feito pelo sistema voluntário de avaliação português LiderA desenvolvido pelo Prof. Manuel Duarte Pinheiro (IST) à semelhança dos sistemas internacionais conhecidos como o BREEAM (Inglaterra) e o LEED (EUA).

Deixe uma resposta